Parceiros

As plásticas mais comuns em cada canto do mundo


Saiba quais são as plásticas mais pedidas em cada continente de acordo com Dr. Carlos Uebel, presidente da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética

Segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC), os Estados Unidos e o Brasil são os países que mais realizam cirurgias plásticas no mundo. Logo em seguida, vêm China, Japão, Itália, México, Coreia do Sul, Índia, França e Alemanha.

 

Embora os procedimentos sejam populares em várias partes do mundo, cada continente tem preferências bem claras. Enquanto as europeias buscam mamas maiores que as latinas, por exemplo, as asiáticas buscam alterar nariz, pálpebras contorno facial, por meiio de preenchimentos faciais.

 

No entanto, o Brasil é referência disparada em uma área bastante específica: o bumbum. De acordo com o presidente da ISAPS, Dr. Carlos Uebel, as americanas e europeias gostam de pedir o derrière made in Brazil. “Como o Brasil é campeão das técnicas do contorno corporal e das nádegas, vários países, principalmente Estados Unidos e Canadá, e os europeus buscam utilizar nossas técnicas com muito sucesso”, afirma. O cirurgião ainda revelou as particularidades de cada continente, veja abaixo:

 

Europa

O mais popular é a correção de flacidez abdominal. O aumento dos seios é bastante solicitado pelas alemãs, que preferem mamas volumosas, acima de 320cc, assim como o aumento dos glúteos.

 

Como as europeias, em geral, têm pele muito clara, acabam optando por procedimentos menos invasivos, como preenchimentos e toxinas botulínicas. Por conta disso, a cirurgia do rejuvenescimento facial é a mais frequente, principalmente para mulheres acima dos 50 anos.

 

Ásia
Na Ásia há uma tendência das cirurgias plásticas para ocidentalização da aparência física, o que oferece alguns perigos: às vezes, há tanta descaracterização que o paciente precisa mudar seu passaporte ou carteira de identidade que seja reconhecido em aeroportos e fronteiras.

 

A procura por cirurgias no nariz, pálpebras, preenchimentos faciais e próteses mamárias também vem aumentando. Na China, onde as intervenções são mais baratas, há bastante procura pelo aumento das maçãs do rosto.

 

Américas

As mulheres do continente americano já reccorem às cirurgias plásticas a partir dos 20 anos e, como também visto na Europa, os procedimentos menos invasivos são bastante procurados, pois oferecem resultados mais rápidos.

 

Nos países tropicais, as cirurgias no corpo são bastante procuradas, como a lipoaspiração e o aumento mamário. Entre as brasileiras, os pedidos mais frequentes são por próteses acima dos 300cc. O bumbum made in Brazil tenta ser copiado pelas norte-americanas com próteses de silicone ou enxerto de gordura.

 

Oriente Médio
Do mesmo modo que acontece na Ásia, as cirurgias plásticas mais buscadas no Oriente Médio são nariz, pálpebras e perfil e contorno facial com preenchimentos da mandíbula e das maçãs do rosto. Também são muito pedidas as de mamas e abdômen e a Arábia Saudita e o Kuwait são os países com maior número de intervenções.

 

África

 

Países como Marrocos e Egito recebem muitos europeus em busca de cirurgias plásticas mais baratas e com bons resultados. Os valores também atraem a população do próprio continente, principalmente os sul-africanos. O mais buscado? O aumento mamário e dos glúteos.

 

Fonte: Vogue

Foto: Shutterstock



Cadastro
Receba em seu e-mail onde ocorrerão as melhores baladas.
  
Horóscopo
Descubra o que os astros reservam para você.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
O que você esta achando administração da presidente Dilma Rousseff
Ótimo
Bom
Péssimo
Regular
Publicidade
Fale conosco
E-mail: jornal.coruja@hotmail.com
Cel. 12 98271-4123 / 12 98289-6973